Bebês e animais



Poucos acreditam, mas a relação entre as crianças e os animais de estimação pode ser saudável, desde que haja supervisão dos pais e cuidados com a prevenção de doenças. A Ciência já comprovou que essa relação faz bem à saúde física e mental.

Levantamento recente, apresentado por pesquisadores finlandeses e publicado pela revistaPediatrics, concluiu que crianças que convivem com cães e gatos são mais saudáveis e têm menor incidência de infecções respiratórias no primeiro ano de vida do que aquelas que não têm contato com os bichanos.

No entanto, ainda é difícil para os pais identificarem os limites para o convívio saudável entre seus filhos e os pets. É fato que possuir um animal muda a rotina da casa e exige atenção e responsabilidade. Antes de atender aos apelos infantis, a família deve se perguntar se está realmente disposta a mudar hábitos.

Cuidados
Os pais precisam ensinar costumes de higiene para o filho conviver com pets. Após o contato com eles, é fundamental lavar bem as mãos. É essencial vacinar, vermifugar e levar os bichinhos ao veterinário. Os cachorros, por exemplo, podem transmitir a toxocaríase, que causa febre, perda de peso, transtornos gastrointestinais, tosse e falta de ar.

Há infecções provocadas por bactérias presentes na saliva e nas unhas dos gatos, que podem ser transmitidas aos pequenos se forem arranhadas, além de outras infecções, como a toxoplasmose, causada por um parasita presente nas fezes dos gatos. A transmissão acontece mais frequentemente por via alimentar, por meio da ingestão de carne mal passada, mas o convívio com os gatos também pode estar implicado na aquisição da doença.

Vacinação
Os adultos precisam garantir que o animal esteja vacinado contra raiva, infecção transmitida por meio da mordedura, além de atenção dobrada para prevenir acidentes. 

Alergia
Se o pai ou a mãe já são alérgicos ao epitélio – tecido que constitui a pele dos animais – de cães ou gatos, é muito provável que os pequenos também desenvolvam essa sensibilidade. Para saber se os filhos são alérgicos é importante ficar de olho nos sintomas mais comuns: coceira nos olhos, lacrimejamento, vermelhidão e espirros.


҉‿➹⁀☆҉☆   ҉‿➹⁀☆҉☆   ҉‿➹⁀☆҉


Comentários