Fisiologia do susto



Levar uma fechada no trânsito, ser assaltada, topar com o fim de uma liquidação ou com a alta do dólar… mesmo que você não seja uma entusiasta das festas de Halloween e dos filmes de terror, você não está livre de sustos e sobressaltos todos os dias. O nível de adrenalina pode até variar, mas a maneira como o corpo reage é a mesma. Ai que susto!


๏̯͡๏  Cérebro
As áreas sensoriais acionam o sistema límbico, que controla as emoções. O sistema nervoso simpático libera adrenalina em várias partes do corpo. É quando o organismo se prepara para luta ou defesa.

๏̯͡๏  Olhos e pupilas
Para que o campo de visão aumente, os olhos levantam-se, lacrimejam e as pupilas se dilatam.

๏̯͡๏  Pele
Os pelos se arrepiam e o corpo transpira mais. Os vasos da pele se contraem. É por isso que ficamos pálidos.

๏̯͡๏  Estômago e intestino
Não exagere no jantar nas noites de Halloween. Na hora do susto, a digestão é interrompida para poupar sangue e enviá-lo para os músculos.

๏̯͡๏  Pulmão
Inspira mais oxigênio. A respiração acelera.

๏̯͡๏  Músculos
Recebem mais sangue, para que você possa tirar o salto, jogá-lo longe e sair correndo.

๏̯͡๏  Coração
A adrenalina acelera a pulsação e aumenta a frequência cardíaca.

๏̯͡๏  Fígado
Libera mais glicose para que você tenha energia para se defender.

๏̯͡๏  Bexiga
Recebe mensagem para ser esvaziada. Já imaginou o estrago?


Fonte: Egberto Reis Barbosa, neurologista, professor-livre docente do
 Departamento de Neurologia da Faculdade de Medicina da USP


.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*• ๏̯͡๏  .•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*• ๏̯͡๏  .•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•


Comentários