Sinais


Graham Ness (Mel Gibson) conversa com Merril Hess (Joaquim Phoenix) logo após verem um programa de televisão que mostrava 14 luzes de naves extraterrestres no céu do México.   Roteiro: M. Night Shyamalan


Graham - As pessoas se dividem em dois grupos quando vivenciam um momento de sorte. O grupo número um vê como mais do que sorte, mais do que coincidência. Eles vêem como um sinal, uma evidência de que alguém está cuidando deles. O grupo número dois vê como pura sorte, um acaso feliz. Tenho certeza que o grupo número dois está olhando para essas 14 luzes de forma suspeita. Para eles a situação é meio a meio. Pode ser ruim, pode ser boa. Mas lá no fundo eles sentem que, não importa o que acontecer, eles estão sozinhos. E isso os enche de medo. Sim, existem essas pessoas. Mas tem muita gente no grupo número um e, quando eles vêem essas 14 luzes, eles vêem um milagre. E lá no fundo eles sentem que, não importa o que acontecer, haverá alguém lá para ajudá-los. E isso os enche de esperança. Você deve se perguntar que tipo de pessoa você é. Você é do tipo que quando vê sinais, vê milagres? Ou você acredita que as pessoas simplesmente dão sorte? Ou veja a questão dessa maneira: É possível que não existam coincidências?


♎  ♍  ♌  Picadinho de Roteiro  ♋  ♊  ♉  ♈

Comentários