L'Entrecôte... genérico?!?



O padeiro-galã Olivier Anquier: bistrô rebatizado para não confundir a clientela

O bistrô L’Entrecôte de Ma Tante passa a se chamar L’Entrecôte d’Olivier (   ✩). Há dois motivos para a mudança. O primeiro diz respeito ao novo quadro acionário do restaurante, concluído depois de cinco meses de negociação. Permaneceram como sócios Olivier Anquier, Alessandro Altobello (em conjunto, têm 95%) e Lorenzo Ramón (5%) — deixaram o negócio Edson D’Aguano e Francisco Fagundes. “Não houve briga”, garante Olivier. “Ficou na empresa quem pode se dedicar a ela.”

A segunda razão seria evitar perder clientes para a concorrência. De acordo com o padeiro-galã, desde a inauguração do restaurante L’Entrecôte de Paris, em novembro, também no Itaim, alguns clientes passaram a fazer confusão. “Queriam comer aqui, mas iam parar no genérico”, diz ele. “Com meu nome na fachada, esse problema deve acabar.”

VEJA São Paulo

 Realidade!
 

Comentários

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Não sabia!! Frequentei algumas vezes pensando mesmo que era do Olivier!! Agora que já sei que é Genérico, irei no verdadeiro! Obg!

    ResponderExcluir
  4. Pois é... é o que diz a reportagem da VEJA São Paulo!!

    ResponderExcluir
  5. A pedidos, postei novamente essa matéria sobre o L'Entrecôte d'Olivier. Quero ressaltar que não tenho nada contra o outro restaurante citado em questão.

    Eu até já frequentei algumas vezes e vale salientar que é muito saboroso!

    Mas nada como o verdadeiro, o qual conheci também! Beijos...

    ResponderExcluir
  6. Oi, Tudo bem!? Você já foi no Le Relais d´Entrecôte??? Esse é o "original" francês (Paris) - http://www.relaisentrecote.fr/
    Na verdade, o L´Entrecôte de Ma Tante (atual D´Olivier) também inspirou-se nele, mas acho que o L´Entrecôte de Paris chegou mais próximo do original. Fora que o molho (o item mais importante das casas) mais parecido com o do Relais é o do L´Entrecôte de Paris, sem dúvida alguma. Veja a matéria no blog do meu amigo jornalista André Kfouri: http://andrekfouri.wordpress.com/2010/07/29/o-molho/

    Espero ter contribuido para deixar a sua materia ainda mais completa!

    Abç,

    Bruno

    ResponderExcluir
  7. Olá Bruno, lembro de você!! Então, ainda não tive a oportunidade de conhecer o ORIGINAL em Paris, mas com certeza conhecerei, mas precisamente agora em Março, onde irei coincidentemente a PARIS!!!! Lembrarei de vc e de seus/suas companheiros (as)! ;)))
    Muito obrigada por ter enriquecido ainda mais minha matéria, porém as palavras não foram minhas e sim da revista veja, como já falei e vc sabe, frequentei várias vezes o L'Entrecôte de Paris e (o que não sabe) algumas o d'Olivier (é somente questão de gosto, de opinião, cada um tem a sua, concorda?!)
    É isso! Outro abração e não deixa de dar um bem apertando na T. ;)

    ResponderExcluir

Postar um comentário