Batman Sem censura


Álbum relembra as primeiras aventuras do Homem-Morcego num mundo ainda livre do politicamente correto!
Não há coincidências em Gothan City. Agosto, o exato mês em que o morcegão bateu as botas em sua revista mensal (na saga Descanse em Paz, a partir da edição 80), a Panini reuniu as aventuras do início de sua carreira no segundo volume de Batman Crônicas. O álbum de luxo, no entanto, não resistiria a uma análise crítica: pouco do Batman atual pode ser antevisto aqui. Assim, a vocação da coleção é mesmo ser uma divertida cápsula do tempo, da época em que o personagem não precisava se preocupar com a moral e os bons costumes.

Os diálogos, por exemplo, ganham uma nota de machismo na primeira aparição da Mulher-Gato e de xenofobia quando Batman encara uma gangue de "pigmeus africanos". Nesse mundo tão diferente, o Coringa já dá mostras de seu carisma e, como viríamos a nos acostumar, o vilão e sua verve irritante roubam a cena.

Batman Crônicas 2
Marcel Nadale


Gostaram da matéria Milena, Elora e Priscilla?!? ;))

✕✖✗✘

Comentários