Sol na hora certa



O uso de protetor solar todos os dias do ano ainda não é um hábito entre os brasileiros. Muita gente, aliás, só se lembra da existência desse produto no verão. Resultado: ainda várias dúvidas sobre como e quando aplicá-lo na pele, quais as diferenças entre as versões disponíveis nas prateleiras e que benefícios reais oferecem para a beleza e a saúde.

Perguntas mais frequentes:

Todos os produtos protegem contra os raios UVA e UVB?
Uma das coisas que diferencia um fotoprotetor de boa qualidade de um de qualidade inferior é a proteção contra radiação ultravioleta A (UVA). Os bons filtros têm fator de proteção contra UVA mais amplo, geralmente declarado na embalagem com as siglas PPD/IPD. O fator FPS está relacionado somente à proteção contra os raios UVB. No entanto, ainda não há consenso para classificar e denominar a proteção contra o UVA. O mais prático é procurar nas embalagens a seguinte frase "proteção solar máxima UVA/UVB".Até porque já se sabe que os dois tipos de radiação solar ultravioleta estão relacionados ao aparecimento do câncer de pele. Além disso, o UVA, que até então os especialistas consideravam inofensivo, também é capaz de atingir as estruturas que proporcionam elasticidade à pele e favorecer o aparecimento de manchas e rugas.

Quanto tempo antes da exposição ao sol devo aplicar o protetor?
A proteção efetiva só acontece a partir da absorção completa do produto pela pele. Por isso, é preciso aplicá-lo de 15 a 30 minutos antes da exposição solar.

É realmente necessário usar o filtro solar todos os dias, mesmo durante o inverno ou períodos chuvosos?
Assim como a pasta de dente e o fio dental, o protetor também deve fazer parte da sua rotina de higiene e beleza. E, se você lançar mão daquela desculpa clássica de que vive correndo e não tem tempo para criar mais esse hábito, deixe o produto em local visível ou próximo de seus itens pessoais. Isso irá ajudar a ter disciplina. Quando estiver mais velha(o) vai lembrar desse conselho e perceber que valeu a pena. A proteção da pele deve ser feita diariamente, mesmo quando não há sinal de sol. A radiação UVA, grande responsável pelo envelhecimento precoce, mantém-se praticamente constante em todas as estações do ano e mesmo nos dias nublados e chuvosos.

Se eu não estiver exposto diretamente ao sol, mesmo assim devo passar o protetor por todo o corpo ou somente nas áreas que ficam descobertas?
No dia-a-dia, passe o produto nas regiões que ficam mais expostas ao sol: rosto, pescoço, orelhas, colo, braços e mãos.

O protetor solar diário deve ser aplicado somente uma vez ao dia?
Não basta espalhar o protetor apenas antes de sair de casa. É indicado mais dois momentos do dia que devem ser destinados a essa rotina: antes do horário de almoço e no meio da tarde.

Em casos de exposição direta ao sol, na praia ou em piscinas, de quanto em quanto tempo é preciso reaplicar o produto?
Apesar de, em algumas embalagens, a indicação para reaplicar o produto variar de quatro horas a até 12 horas depois, é consenso indicar nova aplicação a cada duas horas ou após transpiração intensa e mergulhos na água.

Além do filtro solar, é preciso alguma proteção extra sobre tatuagens?
O sol é o inimigo número um de quem tem tatuagens, porque pode desbotá-las. O ideal é procurar um especialista para indicar o melhor produto. Normalmente, só o protetor - o mesmo usado no resto do corpo - é suficiente.

Quais são os produtos indicados para quem tem a pele oleosa e para quem tem a pele muito seca?
Preste atenção nas embalagens e, sempre que possível, busque orientação antes de comprar o protetor. Em geral, para peles oleosas são recomendados os produtos em gel, gel creme ou loções oil free (sem óleo). Já quem sofre com a pele ressecada deve optar por loções mais cremosas.

Só o filtro solar protege quem tem a pele muito branca?
Para todos os tipos de pele, mas especialmente para as peles claras, o ideal é que as pessoas usem bonés, chapéus, óculos solares e guarda-sol para uma proteção extra. Além de evitar exposição entre 10 e 16 horas.

Quando eu posso substituir o filtro solar por uma loção bronzeadora?
Os bronzeadores não protegem a pele da radiação solar. Não é indicado o uso de bronzeadores em nenhuma situação. O filtro solar bem aplicado também permite um bronzeado gradual, bonito e duradouro.

Por que o bronzeado adquirido com o uso de protetor solar é mais prolongado?
Se a pele estiver protegida,você evita queimadura e conseqüentemente não "descasca". A dica é não querer conquistar o bronzeado de verão em um único dia. Ele deve ser feito de maneira gradual e com proteção, pois a ação dos raios solares no funcionamento da melanina (o pigmento da pele) só ocorre após 48 horas da primeira exposição.

Qual procedimento deve ser feito depois do sol. É preciso aplicar produtos pós-sol ou qualquer hidratante já faz bem à pele?
Um bom hidratante costuma ser suficiente para quem se protegeu adequadamente. No entanto, se você abusou e sente uma ardência na pele, o melhor a fazer é aplicar loções específicas para o pós-sol, que contenham substâncias calmantes, como aloe vera. Além de hidratar esses cosméticos não causam alergia e aliviam o desconforto das queimaduras de grau leve.

Quais os principais danos causados pelo uso inadequado do filtro solar ou pela falta dele?
Os danos imediatos são as queimaduras. Em seguida, vêm a vermelhidão, bolhas, sardas, manchas, rugas e, por fim, a flacidez da pele. Estudos apontam que 90% dos casos de envelhecimento da pele do rosto são conseqüências do abuso da exposição ao sol - e não do avançar da idade.Além dos prejuízos puramente estéticos, a exposição solar prolongada e de maneira inadequada pode causar câncer. Os cuidados com a pele devem começar na infância, a partir dos seis meses. O uso diário de protetor pode reduzir em até 85% as chances de desenvolver a doença.

 Usem filtro solar!

 
☼  ☼  ☼

Comentários