Adoçante faz comer mais


Especialista explica que cérebro não reconhece doce com adoçante da mesma forma que doce normal. O adoçante, que, por muito tempo, foi tido como um aliado no processo de emagrecimento, na verdade pode ser um vilão. Isso por que, segundo pesquisa publicada na revista NeuroImage, o adoçante faz comer mais.
A explicação é de que doces e bebidas com o produto não dão a mesma sensação de prazer do que aqueles com açúcar. O nutrólogo Carlos Alberto Werutsky, da Sociedade Brasileira de Nutrologia, esclarece que isso é porque as pessoas não conseguem “enganar” o “cérebro”.
Apesar de consumir algo doce com adoçante, o que chega ao cérebro não é a informação de que o doce é comido. Cristiane Ruiz Durante, nutricionista do projeto de atendimento ao obeso do Hospital das Clínicas de SP, explica que somente a glicose provoca a liberação de neurotransmissores que dão a sensação de bem-estar. Assim, sem o prazer que o consumo de glicose gera, quem come produtos diet pode exagerar na quantidade.
Para a nutricionista, é preferível comer uma quantidade pequena de doce ou carboidrato do que buscar a mesma sensação consumindo produtos diet, para quem pode consumir açúcar. Ela também esclarece que o verdadeiro inimigo das dietas é a gordura.


☊  ☊ 

Comentários